sexta-feira, 2 de outubro de 2015

Que é melhor, perguntam sempre, a carne ou o vegetal?

Que é melhor, perguntam sempre, a carne ou o vegetal?

Que é melhor, perguntam sempre, a carne ou o vegetal?

Já que este é um problema comum à grande maioria, vamos dizer algo a respeito, que nós conseguimos captar de uma “Clínica" de Natação nos Estados Unidos da América do Norte e que tem dirigido nosso pensamento em nossa carreira, pela lógica da afrimação:

“Nós estamos na era dos substitutivos como elemento da poupança, pela forma de vida que atravessamos, e a comida, antes de tudo, sofreu um aumento muito grande, tornando a carne um alimento quase proibitivo. Desta forma, muitos buscaram nos vegetais as fontes energéticas que necessitavam”.

Em grande número foram os atletas que nós treinamos que tinham o hábito salutar do vegetal e se o dizemos salutar, não é apenas por sua qualidade em si mesma, mas também por evitar as gorduras animais que são más para a saúde.

Segundo J. Ebehardt e Hyman Keakowa, os mais famosos nutricionistas americanos, as fontes de proteínas (carne de vaca, peixe, aves, leite ovos e queijo) tendem a ser superiores às fontes vegetais (trigo, feijão, ervilha, soja, nozes, milho, centeio e levedura), diferentemente do muito que temos ouvido, mas eles justificam que as proteínas animais possuem todos os amino-ácidos que o corpo não pode fabricar e que precisam estar presentes para o reabastecimento de proteínas no corpo e são chamados amino-ácidos “essenciais" e, continuam eles, nossos atletas, normalmente, em crescimento, necessitam das proteínas para manutenção e reparo das células. Os vegetais são incompletos porque, individualmmente, não contém os amino-ácidos que são encontrados na carne.


Nenhum comentário:

Postar um comentário