segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Variando as fontes de proteína na alimentação

Variando as fontes de proteína na alimentação

A carne de vaca é uma fonte de proteína, mas precisamos informar aos interessados que eles precisam diversificar sua alimentação para peixe, frango, peru e outros, bem como, duas vezes por semana, substituir qualquer carne pela proteína vegetal (grãos), principalmente se a gordura estiver tomando conta de seu corpo.

Comer menos carne, é prolongar a vida, e nós podemos partir dessa frase para iniciarmos a campanha de conscientização de nossos nadadores para sua dieta alimentar.

A proteína é ingerida através de alimentos altamente calóricos, mas o pensamento geral dos atletas é de se alimentar de proteína para aumentar a massa muscular. É bom, entretanto, que eles saibam que o que realmente consegue é o exercício. Segundo a Academia Nacional Americana de Ciências, Tabela de Alimento e Nutrição, o mais recomendado em proteína para o nadador é de 0,9 g/k, por um período de 24 horas.

Devemos sempre ter em mente que a ingestão desregrada de calorias estimula um aumento do número e tamanho de células adiposas e ficou provado que elas não desaparecem, tornando quem assim se alimenta, com grande tendência à gordura.

Muitos praticantes do treinamento aquático comem demasiadamente e não conseguem, mais tarde, diminuir sua alimentação, e isto os tornará gordos e o pensamento geral fica como verdadeiro: "quem pratica esportes em grande quantidade se torna obeso quando deixa de fazê-lo. Esta afirmação não é verdadeira, pois isto somente acontece com aqueles que não conseguem diminuir sua alimentação.

Ferro é também muito importante, principalmente para as meninas que devem se submeter a um exame de sangue durante a temporada quando se tornam pálidas ou muito cansadas.

Alguns minerais como o zinco, o magnésio e o potássio auxiliam na ação muscular e diminuem possibilidades de cãibras. O único cuidado que nós tomamos sobre os minerais é ingeri-los através de alimentos que os contenham porque sua ingestão como suplemento costuma causar diarréia, impedindo o treinamento e causando distúrbios gástricos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário